[Paulicéia extra] Jornada do Patrimônio 2021 acontece nesse fim de semana em modelo híbrido.

Sétima edição da Jornada destaca memória histórica da cidade, veja destaques da programação.

Que semana DOIDA, não? Se você perdeu, os boletins Paulicéia dessa semana falaram sobre comida através das experiências de duas pessoas totalmente diferentes mas com uma missão em comum: o líder comunitário Thiago Vinicius, do Campo Limpo, recentemente indicado como uma das 50 pessoas que está mudando o futuro da alimentação no planeta, e a chef Izadora Ribeiro, que transformou seu restaurante Isla Café, em Pinheiros, em um centro de distribuição de insumos para população desabrigada da cidade.

Share Paulicéia


E nesse sábado e domingo, 11 e 12 de setembro, Sao Paulo vive a sétima edição da Jornada do Patrimônio, um circuito que celebra a herança cultural paulistana. Com o tema “Nossos Lugares, Nossas Histórias”, a Jornada propõe “uma ampla reflexão sobre lugares simbólicos que são ou foram suportes das ações dos grupos sociais que compõem a história da cidade.” São doze braços principais ao redor do tema da memória, com ações virtuais, como visitas à imóveis históricos, e presenciais, como as programações das Casas de Cultura.

Circuito Memória Paulistana

Uma plataforma especial com histórias de São Paulo a partir de locais e seus personagens. Os mais de 400 pontos exibidos foram mapeados pelo projeto Placas da Memória Paulistana1, registrando lugares de interesse em todas as zonas da cidade em uma experiência virtual. São vários circuitos audiovisuais em temas como Resistência Negra, Lutas Indígenas, Samba, Arquitetura, LGBTQIA+, Teatro, Cinema e Memória Operária. Coloque fones de ouvido e acompanhe em http://circuitomemoriapaulistana.com.br

Videomapping no Instituto Pasteur


Homenagem aos profissionais de saúde da cidade na fachada do Instituto Pasteur, fundado em 1903, um dos pouco edifícios antigos ainda de pé na Avenida Paulista. Para assistir é só chegar na calçada do Instituto (Av Paulista, 393, metrô Brigadeiro) no sábado, entre 19h e 22h.

Vila Itororó

Um dos lugares mais incríveis de São Paulo, escondida em plena Bela Vista, a centenária Vila Itororó volta a abrir seus portões para o público após anos de reforma. Assumindo uma vocação artística, a Vila estreia sua nova fase com um fim de semana de programação cultural que inclui os espetáculos “AMÕ - Encontro das águas” e a peça “Adoniran reencontra Elis na Vila”, que encena o icônico momento vivido pelos músicos nos anos 70, e o Projeto “Freebeats na Piscina”.

A post shared by @smculturasp

No Trem da Cantareira

Lembrado por poucos, o Tramway da Cantareira levava trabalhadores e materiais entre o Pari e Guarulhos e foi parte da vida da Zona Norte da cidade até ter suas operações encerradas em 1965. A apresentação musical inspirada na história do “trenzinho da Cantareira” propõe a valorização da memória de “de pessoas anônimas; e suas relações com o trem e com os bairros”, e ocupa o palco da Casa de Cultura do Tremembé no sábado às 13h.

A post shared by @cctremembe

Storyboard Urbano: A Cidade nas Telas

Essa tour virtual pelo centro de São Paulo trará Viviane Ferreira, diretora-presidente da Spcine, caminhando e relembrando filmagens de destaque que aconteceram na cidade. Acompanhe em http://spcine.com.br/

Janelas de SP

O passeio “Caça-Janelas” propõe um rolê pelo centro para identificar e fotografar janelas antigas, como o trabalho da artista Nara Roseto. O ponto de encontro é no metrô República (saída Edifício Copan) às 10h de sábado. Nara ainda participa de uma live também no sábado às 16h, via Instagram, para falar sobre janelas como patrimônio.

A post shared by @janelasdesp

As sommeliéres Cássia Campos e Daniela Bravin falam sobre os desafios que enfrentaram durante a pandemia, quando mantiveram fechado seu espaço principal, a Sede 261.